Yes, Prime Minister

Já toda a gente percebeu o percurso académico de José Sócrates. Dito isto, até quando o seu gabinete ou central de comunicação continuará a tentar enganar quem tem três palmos de testa? Para dizer a verdade, desde a inauguração dos 21% de IVA que deixei de dar algum desconto a José Sócrates. Acho é piada aos que agoram pedem a sua demissão. Deram-lhe uma maioria absoluta, pois agora aturem-no. O nosso grande socialista reformador (que contrasenso) não pode parar.

O gabinete do primeiro-ministro afirmou, esta noite, que o teste de Inglês Técnico realizado por José Sócrates só prova que o então aluno da Universidade Independente “obteve aproveitamento na disciplina” e que o professor da cadeira foi o reitor Luís Arouca. O gabinete não faz qualquer esclarecimento quanto à prova ter sido feita numa data posterior à conclusão da licenciatura do primeiro-ministro.

O site do jornal “Sol” avançou hoje que a aprovação de José Sócrates na cadeira de Inglês Técnico na Independente foi obtida com um trabalho feito em casa numa folha A4, enviado ao reitor e acompanhado de um cartão com o timbre do seu gabinete de secretário de Estado. Ainda de acordo com o jornal, o texto em inglês é o único documento de avaliação que consta do dossier de aluno de Sócrates e responde a menos de uma dúzia de alíneas.

I love it when the Pixies go Bossa Nova like that

Pois. Eu podia estar aqui a falar das bandas que ouvi lá pelos oitenta ou noventa, num arrazoado de lugares-comuns que já meio mundo falou e por isso vou directo ao assunto. Pixies. De tanta coisa que ouvi na altura (e acreditem, eu ouvi de tudo) estes gajos é que me marcaram. Ainda me lembro da primeira vez que ouvi o Surfer Rosa numa velha K7 que o Gaspar me fez o favor de gravar. Foi daqueles raros momentos de deslumbramento sonoro que só é possível quando se tem 17 anos e uma mente sedenta de coisas novas. Reconheço que andei a perder demasiado tempo com o niilismo dos Nirvana e deveria-me ter ficado pelo Nevermind (o único álbum que realmente gostei). Cheguei tarde, mas ainda fui a tempo. E a distância ajuda agora a reconhecer o essencial.

Sim, eu sei que o Planet of Sound é do Trompe le Monde, mas eu não disse que o Surfer Rosa é o melhor álbum dos Pixies. E quanto a discutir o melhor álbum dos Pixies, não vou por aí, porque é como, sei lá, tentar comparar a Scarlett Johansson com a Monica Belluci.

Eating your own dog food

Depois do que disse sobre os blogs na tão falada entrevista à TeeVee, só posso concluir que José Sócrates tornou-se em mais uma vítima do Choque Tecnológico. Que chatice, os blogs não serem regulados e não haver um número de telefone da redacção para onde se possa ligar.

Heroes

heroes_title_card.png

E confirma-se. Depois de ter visto o episódio 22 da Season 2 (Sona) já não restam dúvidas que Prison Break continuará pela Season 3. Este Sona foi fraquinho, mas deixou montes de pistas para o que virá por aí. Vou continuar agarrado.

E por falar em vício, confirmo mais uma boa série. Heroes está muito bom. Há quem diga que rouba muita coisa ao X-Men, mas toda a produção, história e actores está do melhor mesmo. A minha personagem favorita? Hiro Nakamura, pois tinha que ser.

Convites para o Joost

Chego atrasado, mas é só para dizer que tenho 5 convites para o Joost. Quem quiser, que apite. FIFO. Para quem não saiba: What’s Joost?

Update: ena, foi rápido. Já está tudo tomado. Os vencedores que ganharam por ordem de chegada foram:

Pedro Cavaco
Ricjo
Pedro Martins
André Medeiros
Pedro Queirós

Aos restantes, paciência, fica para a próxima. Se não for por mim, haverá convites por outros.